terça-feira, 21 de dezembro de 2010

2011 um ano em busca de paz e solidariedade!!!!

video

FELIZ NATAL E PRÓSPERO 2011!!!!!

2010  foi um ano de alegrias, tristezas, realizações. Mas o mais importante é refletir sobre os acontecimentos, a jornada do dia-a-dia e, concluir ao final, que tivemos um ano de novos leitores e seguidores, de trocas e de aprendizado. Agradeceço a todos os leitores por um ano de cooperação, confiança e dedicação. Desejo que este Natal seja o início da construção de um caminho de amor, alegria e de esperança.
Feliz Natal!
Você é um Leitor Especial!
Pelo muito que você tem representado, quero dedicar a você os melhores votos de um Natal e Ano Novo, repleto de realizações, amor, paz e muito carinho. Que nós possamos continuar na emoção de levar emoção, de desejar felicidades, de reconciliar sentimentos, de encurtar distâncias através das palavras que juntas formam mensagens que agora dedico a você. Desejo que nesta data, a luz que guia o mundo, possa também clarear os seus sonhos. Tenha um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo, que os anjos acampem ao seu redor para sempre te proteger, amparar nessa longa caminhada da vida, para que o caminho seja repleto de flores e frutos.
FELIZ 2011!!!!!!






sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Sugestão de filme: Orações para Bob

video
Prayers for Bobby (Orações para Bobby, em português) é um filme americano de TV, baseado no livro homónimo de Leroy F. Aarons e dirigido por Russell Mulcahy,o filme é protagonisado pela indicada ao Oscar, Sigourney Weaver que nesse filme conseguiu indicações a diversas premiações entre elas o Emmy e o Globo de Ouro, Orações para Bobby foi transmitido na TV americana um dia antes do Oscar 2009.
Este é um filme baseado na história verídica de um jovem homossexual, que aos 20 anos suicida-se.A sua mãe, “Mary Griffith”, interpretada por Sigourney Weaver, a senhora dos ELIEN, sabedora da sexualidade do filho acredita “curar” o filho com base na religião e terapias, para quatro anos depois (1979) Bobby lançar-se de uma ponte.


Um filme intenso, dramático, e que espelha ainda hoje a realidade de muitos jovens no mundo.
Vale a pena conferir

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Menopausa como enfrentar ?


A idade vai chegando e com o passar dos anos, o corpo das mulheres se prepara para o fim do período de fertilidade. Em geral, por volta dos 50 anos os ovários deixam de produzir dois hormônios importantes para o corpo: o estrógeno e a progesterona. Esta fase, chamada de climatério, acaba com a menopausa, a última menstruação.

Muitas pessoas acham que este momento está longe, mas inevitavelmente ele aparece. E junto com o fim da menstruação, surgem vários outros incômodos: depressão, insônia, ondas de calor, falhas de memória e diminuição do desejo sexual. Desagradável? Sem dúvida. e ai como enfrentar essa tal menopausa?
As mulheres modernas devem entender a menopausa, não como a porta de entrada para a velhice, mas como o início de uma nova vida repleta de novos interesses e perspectivas. Não, não se trata de mais um discurso demagógico e otimista. Realmente, com os avanços dos conhecimentos sobre o climatério e menopausa, com os avanços de novas terapias substitutivas, dietas balanceadas, programas de atividades físicas, terapias ocupacionais e emocionais, o envelhecimento passou a ser muito mais harmônico, mais lento e compatível com melhor qualidade de vida. Então não tem jeito  nós mulheres temos que enfrentar e encarara a menopausa de frente.Devemos esclarecer quanto às repercussões físicas e mentais do climatério, orientando medidas preventivas contra doenças e oferecendo apoio psíquico necessário para melhorar a qualidade de vida.




 

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Quando alguém que amamos morre..,


Passar por um momento doloroso de perda de um ente querido, na maioria das vezes traz uma sensação de vazio, um sentimento de que algo foi arrancado de você. Isso traz sentimentos de medo, revolta, raiva, culpa, depressão, isolamento, desinteresse pelas atividades costumeiras ou excesso de atividades como uma fuga; e acabam apresentando sintomas físicos e psicológicos de estresse, podendo até vir a adoecer.

O tempo do luto depende da circunstância de como você perdeu, o significado dessa pessoa para você, o seu ambiente familiar, social, e de como você vai enfrentar essa situação de crise.

O tempo poderá variar de 03 meses a 2 anos , podendo deixar algumas marcas adormecidas que poderão vir à tona em qualquer instante.

O luto pode fazer com que repensemos em nossas vidas, muitas pessoas buscam forças antes desconhecidas; passando a dar valor cada instante vivido.

As pessoas sentem e regem diferentemente, porém algumas questões comuns nas perdas podem passar por fases semelhantes.

Como por exemplo a morte de uma pessoas amada, fazendo passar por vários estágios: primeiro o choque, seguindo negação que seria não acreditar que é verdade o que está passando, não aceitando a realidade, podendo também apresentar raiva, revolta na maior parte contra todos e tudo. Com isso sintomas questionadores e depressivos do tipo: Por que comigo? Por que foi dessa forma? E muitos outros questionamentos poderão surgir neste período.

Muitas reagem se isolando tentando melhoras com a própria solidão buscando paz interior, aceitação segundo Kubler- Ross: “ aceitar o que não pode ser mudado”.

Essas fases citadas elas não seguem ordenadamente podem retornar, pular dependendo podendo até parar em determinada fase, ou atingir a superação.

Caso não consiga passar as fases e atingir superação procure ajuda de um profissional para elaboração desse luto.

É importante falar sobre o seu luto, não se isole, fale sobre sua dor,



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

ODONTOFOBIA

Muitas pessoas tem pavor de dentista... só de imaginar o barulhinho do motor ou o ranger dos instrumentais nos dentes, já começam a apresentar um medo excessivo seguido de sintomas.
Muitos deixam de tratar seus dentes por medo e depois só aparecem pedindo socorro ao dentista quando não tem mais jeito ou quando a dor já é insuportável.
A odontofobia é um transtorno relacionado a ansiedade e medo de ter que pensar que vai ter que passar por um procedimento odontológico.
A pessoa que possui  medo excssivo de dentista apresenta sintomas parecidos com sindrome de pânico .
A sudorese, tremor, a sensação de desmaio, aceleração nos batimentos cardíacos, respiração ofegante,tensão muscular  se fazem presentes tornando evidente  a ansiedade latente com sinais fisiológicos.
Exsitem alguns estímulos fóbicos em relação a Odontofobia ; :os mais comuns são anestesia, medo de injeção, vibração do motor e seu barulho, uso de roupa branca e sangue.
Essa ansiedade pode ser diminuida e você poderá realizar o tratamento  através da ajuda de um psicólogo TCC e seu dentista. O dentista poderá amenizar o medo explicando  as possiveis sensações que ele poderá sentir. muitos dentostas utilizam da sedação consciente ou analgesia inalatória.
E o psicólogo especialista e terapia cognitivo comportamental poderá trabalhar com ténicas especpificas de enfrentamento X esquiva ; controle da ansiedade antecipatória, uso de relaxamentos diafragmáticos e corporais, modelagem do pensamento intrusivo pelo racionale até mesmo uma dessenssibilização sistemática.
Se você possui odontofobia procure ajuda pois a saúde bucal é muito importante. A saúde começa na boca.
E os medos  terminam ou se controlam nos consultórios psicológicos.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Agradecimento

Quero agradecer aos amigos  e leitores pelos votos no TOP BLOG. Fiquei muito contente de ter participado embora esse ano não tenha ficado entre os cem mais votados, valeu participar no próximo ano estarei concorrendo novamente e conto com vocês!!!!! Obrigado.

domingo, 5 de setembro de 2010

XIV Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida -2010


O XIV Congresso de Reprodução Assistida foi realizado no Gran Marquise Hotel em Fortaleza Ceará nos dias 25, 26,27 e 28 de agosto de 2010. Vários temas de suma importância  foram abordados como: FIV, ICSI, biópsia embrionária,ansiedade, causas de infertilidade, crioperservação de embriões, uniões homoafetivas, FIV pós morte, direito da prole pós TRA póstuma,útero de substituição e muitos outros. Participar de congresso é reciclar , aprimorar nossos conhecimentos, além de rever Fortaleza terra maravilhosa de praias lindas e sol intenso. O próximo Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida será realizado em  Costão do Santinho - Florianópolis Santa Catarina no período de 25 a 27 de agosto de 2011.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

PSICOTERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL

A Psicoterapia Cognitivo Comportamental é uma técnica reeducativa e que foi desenvolvida, aprimorada e extensamente difundida na Europa e nos Estados Unidos nas últimas décadas e vem mostrando-se eficaz para tratar os estados de ansiedade e outros distúrbios psicológicos.


A terapia cognitiva comportamental é baseada na estrutura que um pensamento gera um sentimento que induz a um comportamento. Seu foco está no esclarecimento e modificação das distorções que ocorrem nos pensamentos, que são responsáveis pelos sentimentos negativos e que resultam em condutas inadequadas ou causadoras de sofrimento.

A base da terapia cognitiva é que os sentimentos e os comportamentos são determinados pela maneira que ele estrutura e interpreta o mundo, como ele pensa, de acordo com suas crenças. Quando o sujeito analisa suas crenças pode modificá-las, afetando seu emocional.

O objetivo é a reestruturação destes pensamentos fazendo com que a pessoa encontre distorções da realidade que possam estar gerando sofrimento.

Os pensamentos automáticos devem ser analisados com bastante atenção na terapia cognitiva. As razões que os levam a criar certos conceitos podem ser baseadas em intuições distorcidas.

As crenças centrais das pessoas são produzidas desde a infância, desta maneira é mais fácil entender os estados de imaturidade a que são remetidas às pessoas em grande angústia.

A postura do terapeuta é de suma importância, não podendo ficar escondido atrás da técnica e deixando a relação terapêutica de lado. A confiança, o rapport e a colaboração são fundamentais. Existe ali uma equipe que busca atingir metas específicas e mensuráveis.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Síndrome Pós-Férias

Depois de umas férias maravilhosas, sem a rigidez dos horários a cumprir, dos compromissos estabelecidos na agenda, da pressão do dia a dia, rotina comum nas grandes cidades, o organismo sente a mudança no ritmo biológico das pessoas provocando desconfortos quando se começa a retornar ao ritmo anterior, do trabalho rotineiro do dia a dia. Não existem dados estatísticos, mas não é difícil perceber que um número expressivo de pessoas na volta de um período prolongado de descanso sofra algum tipo de dano.


Alguns sintomas que caracterizam a síndrome pós-férias são: agressividade, ansiedade, irritação,tristeza, desmotivação, anedonia, insônia e falta de concentração. Pesquisas revelam que as pessoas com menos de 40 anos são mais suscetíveis à síndrome pós - férias.

Ao pensarmos em férias devemos pensa como um período de reorganização da vida, mas também como dias prazerosos e de descanso total sem estresses, mas não são todas as pessoas que conseguem passar suas férias em total relax, com seus celulares desligados, num lugar maravilhoso, afrodisíaco, lindo, numa praia ou montanha ao lado de quem se ama. Porém nem todas as pessoas conseguem, de fato, colocar em prática o que se propuseram no período de férias, o que pode trazer frustração e ansiedade ao mínimo contato com a realidade.

O grau de satisfação e prazer que o indivíduo tem no seu trabalho, em casa ou até mesmo na escola pesa muito sobre o impacto da volta as atividades rotineiras do dia a dia. Até mesmo uma mudança faz com que os indivíduos fiquem ansiosos até pegarem o ritmo e se adaptarem a nova função, que automaticamente com o tempo se tornará rotineiro. E isso após as férias se torna muito forte.

Muitos superam facilmente com o decorrer dos dias e se readaptam a sua nova função fazendo com que se torne normal seu dia a dia. Porém muitos permanecem com os sintomas da síndrome, sendo orientado a buscar ajuda médica e psicológica.



Dicas de como retornar após as férias:



Procure não retornar das férias às vésperas do trabalho ou das aulas.

Tente adaptar seu organismo ao novo padrão, tentando, por exemplo, dormir uma hora mais cedo.

Mudar os hábitos de alimentação e integrar uma atividade física regular pode ajudar muito a combater os sintomas da síndrome.

Evitar longas jornadas de trabalho.

Se sentir falta de apetite no horário tradicional das refeições, faça um lanche mais leve, mas não deixe de se alimentar.

Tente encontrar novas motivações no seu trabalho e em outras áreas de sua vida.

Mesmo que tenha poucas horas de lazer, aproveite bem. Leia vá ao cinema, pedale ou saia com os amigos.

Boas férias e bom retorno!!!!!!!

domingo, 20 de junho de 2010

TOP BLOG 2010- O seu voto é muito importante

Caros leitores e amigos,  o meu blog em 2009 participou do top blog e ficou entre os 100 melhores na categoria saúde. Nesse ano de 2010 estou participando novamente, gostaria que vocês votassem no meu blog!!! Basta acessar na figura lateral no blog onde esta escritoTOP BLOG Vote aqui. Desde já agradeço os votos, as visitas e navegações no meu blog!!!

COPA DO MUNDO!!! RUMO AO HEXA!!!!!!

Rumo ao HEXA!!!! BRASIL !!!!A hora é de Copa do Mundo. Falar de Copa do Mundo é praticamente falar que todo o mundo paralisa parar poder assistir aos jogos com alegria, prazer e muita euforia. Sem contar com a ansiedade que invade os torcedores, principalmente aos brasileiros que adoram a Copa do Mundo ente outros campeonatos como Brasileirão, Libertadores da América e etc.


Por todos os cantos do planeta, este é o assunto que promete tomar conta dos próximos dias.

Basta anunciar que o Brasil vai jogar que aumenta a nossa paixão nacional mudando o nosso dia a dia. Dia de jogo é: sair às ruas para ver muitas pessoas com a camisa verde e amarela, caras pintadas, as ruas enfeitadas e a alegria estampada nas caras dos brasileiros.

Grupos de amigos e familiares principalmente em bairros pequenos se reúnem para a copa do mundo esperando que o nosso Brasil brilhe novamente.!!!

Devemos também ressaltar que evitemos a violência, pois a Copa do mundo é um evento de alegrias e confraternização!!!! Então peguem suas cornetas ou quem sabe as até mesmo as vuvuzelas e comecem a vibrar!!!! Pensamentos positivos e RUMO AO HEXA BRASIL!!!!!!!!!

sábado, 12 de junho de 2010

Feliz dia dos namorantes!!!!!!!

Dia dos Namorados ou Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais sendo comum a troca de cartões e presentes com simbolismo de mesmo intuito, tais como as tradicionais caixas de bombons. No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho,por ser véspera do 13 de Junho, Dia de Santo Antônio, santo português com tradição de casamenteiro, provavelmente devido suas pregações a respeito da importância da união familiar que era combatida pela heresia da época chamada Catarismo. O casamento - em queda na Idade Média - gerava filhos que a seita catara condenava pois para esta o mundo era intrinsecamente mau pois, ao invés de ter sido criado por um Deus bom, teria sido criado por um Deus mau.


A data provavelmente surgiu no comércio paulista quando o publicitário João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes e depois foi assumida por todo o comércio brasileiro para reproduzir o mesmo efeito do Dia de São Valentin, equivalente nos paises do hemisfério norte, para incentivar a troca de presentes entre os apaixonados. Hoje em dia , a maioria dos casais possuem um relacionamento aberto então o romantismo do dia dos namorados virou um verdadeiro comércio.. mas quem tem seu amor, seu namorado ,amante seja qual for o tipo de relacionamneto comemore!!!!!! Beije muito!!!! Faça amor !!!!! Que seja o dia dos namorantes!!!!!!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Cinofobia tem tratamento

Muitas vezes já atendi pacientes que apresentavam um medo irracional de cães.
A ponto de se sentirem ameaçados dentro de um consultório onde não havia cão algum, somente por falarem no assunto.
Apresentavam como sintomas: tremores, sudorese, insegurança , crises de choro, aceleração cardíaca e sensação de que iria ser atacado por um cão independente de sua raça ou tamanho.
Muitos se sentiam envergonhados quando o assunto era questionado, talvez, por não saberem o motivo real desta fobia , porém quando vinham acompanhados de seus pais ou cônjuge; estes informavam se havia tido um trauma anterior  ou não.
O medo irracional de cães especificamente é  chamdo de cinofobia
Pessoas com cinofobia geralmente possuem experências traumáticas com cães no passado, como serem mordidas ou atacadas quando crianças, ponto a partir do qual a fobia começou a se manifestar.

Existe tratamento para cinofobia que pode talvez ter ótimos resultados: O paciente é estimulado a ficar ao lado dos cães, adestrados, para que, brincando com eles, perca seu medo. Se o paciente vir que o cão não faz mal a ele e é capaz de brincar, o mesmo vai gradativamente perdendo o seu medo.
Na terapia cognitivo comportamental, podemos trabalhar com duas técnicas a dessenssibilização sistemática e a técnica de exposição, onde conseguimos ótimos resultados.

terça-feira, 18 de maio de 2010

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Quando o medo de dirigir se torna excessivo

Como enfrentar o medo de dirigir? Hoje, muitas pessoas apresentam o medo de pegar o carro e sair por aí...para passear, trabalhar e até mesmo fazer uma viagem, pois nesta hora o medo fala mais alto.


Para muitos, dar o primeiro passo entrar no carro, dar partida, engatar uma marcha ré e ultrapassar e seguir o seu trajeto para o trabalho dirigindo é uma dificuldade e para muitos, não passa de um prazer rotineiro.

No entanto o que é rotina para alguns, é sofrimento para outros.

O medo de dirigir tem atingido um número relativamente agravante, porque inúmeras pessoas não buscam um tratamento por vergonha de expor seu medo, mantendo-se dependente e aderindo uma vida de privações.

Acredito que você conheça alguém que possua habilitação, tem um carro, mas não dirige. Certamente essa pessoa se esconde em uma capa protetora diante de ameaças do meio externo, apresentando medo de agir frente ao perigo evidente.

O medo excessivo é prejudicial, porque incapacita o indivíduo de ter uma vida normal, fazendo com e que ele se aprisione ao próprio medo, isolando-se de uma vida social.

Atualmente é possível enfrentar e superar esta situação, no caso do medo de dirigir o corpo reage para se defender, para proteger a vida. Muitas vezes as reações de medo são desproporcionais em relação à realidade. Dirigir não é uma ameaça à vida - o que pode dar origem a ansiedade, fobias, crises de pânico, perda de concentração e até mesmo stress pós-traumático.

A terapia cognitivo comportamental associado a técnica da medicina comportamental faz com que a pessoa supere seu medo com treinamentos, relaxamentos, além de técnicas de exposição como aulas de direção com programa e instrutores especializados.
Que tal desfrutar de um belo passeio de automóvel pela região serrana ou pela oceânica. Vamos aproveitar a vida!!!!!!!

.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

TOPBLOG 2010

Queridos amigos e leitores estou participando novamente do top blog do ano de 2010. Gostaria que o meu blog ficasse novamente entre os 100.  Para dar uma força votem pelo endereço:
http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=Busca&c_b=188674
Desde já agradeço à todos meus amigos que visitam meu blog e gsotam dos assuntos aqui abordados com seriedade e carinho. Bjs

quinta-feira, 1 de abril de 2010

ANEJACULAÇÃO - Um problema que tem solução.

A ejaculação retarda também conhecida como anejaculação, caracteriza-se pela falta ou dificuldade de ejacular no coito (penetração).


Os homens que apresentam essa dificuldade, conseguem ter o orgasmo e ejaculação ao se masturbarem. Porém, numa relação com penetração não se consegue ou demoram muito tempo (horas) para conseguirem ejacular.

Ao contrário do que se imagina, de que seria uma grande vantagem ficar muito tempo sem ejacular, as pessoas que apresentam essa dificuldade nos relatam descontentamento com essa situação, pois além do desgaste físico, há frustração de saberem que não conseguirão e que provavelmente a parceria também se sentirá incomodada.

"Existe o prazer na relação sexual, no entanto, fica a sensação de algo inacabado”.

Na maioria das vezes a mulher tem a sensação de que o parceiro parece não estar muito interessado nela, que o percebe às vezes distante. Isso a faz sentir-se mal, e com isso vêm às desconfianças de possíveis traições.

Na maioria das vezes as parceiras se queixarem do cansaço e até mesmo da dor ou incômodo, pois acabam perdendo a excitação e conseqüentemente param de lubrificar.

As pesquisas e estudos nessa área nos mostram que essa é uma questão psicológica, e para tanto é necessário se submeter ao tratamento psicológico.

O psicólogo especialista em sexualidade vai investigar qual a origem dessa dificuldade naquela pessoa e proporcionar condições para modificação de comportamentos que desencadearam esse problema analisando o comportamneto do indivíduo e que cada caso pode revelar os porquês, e auxiliar o terapeuta na orientação do paciente para se libertar sexualmente e usufruir do prazer.

Na psicoterapia cognitivo comportamental, trabalhamos com técnicas específicas como:

Treinamento de masturbação para homens e procedimento para ejaculação retarda/ausente.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Câncer de Mama - Doença mais temida pelas mulheres.


O Câncer de mama no Brasil é o que mais causa mortes entre as mulheres.

O câncer de mama é com certeza uma das doenças mais temidas pelas mulheres devido à freqüência absurda com que vem ocorrendo.

Os efeitos psicológicos dessa doença afetam a sexualidade e a percepção da imagem pessoal da mulher que o vivencia, sendo, portanto, devastadora tanto em termos físicos quanto psíquicos.

Ele é raro antes dos 35 anos de idade, mas acima desta faixa etária cresce a cada dia sua incidência.

Dessa forma é importante para a área da Psicologia da Saúde e da Psicologia Hospitalar inserida neste contexto, abordar estas questões levando-se em conta as implicações psíquicas envolvidas no tratamento e diagnóstico do câncer de mama.

O diagnóstico de câncer e todo o processo da doença são vividos pelo paciente e pela sua família como um momento de intensa angústia, sofrimento e ansiedade.

Ter um diagnóstico de câncer de mama pode vir a provocar um desequilíbrio naquilo que as mamas sempre representaram para uma mulher.

Pode-se dizer que esta situação se torna ameaçadora. A vida da paciente passa a correr riscos não só pela doença, mas pela intervenção que virá a ser adotada, que poderá ser mutilante.

Uma série de preocupações passa a tomar conta do pensamento dessa mulher: o medo de ser estigmatizada e rejeitada ao tomarem conhecimento de sua doença, a possibilidade de disseminação da doença pelo seu corpo, a queda do cabelo e o efeito disso sobre sua auto-estima, a incerteza quanto ao futuro, sua sexualidade e o seu relacionamento com o parceiro e com os filhos e principalmente o medo da recidiva.

Mulheres cuidem-se não deixem de ir ao ginecologista periodicamente.



quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

AGRESSIVIDADE E VIOLÊNCIA INFANTIL - O que fazer?


Os pequenos e as crianças de idade pré-escolar com freqüência brigam pelos brinquedos. Sendo que algumas delas são premiadas involuntariamente pela sua agressividade. Podemos exemplificar: pode ser que uma criança empurre a outra, jogando-a no chão e pegando seu brinquedo. Se a outra criança chora e se afasta, a criança agressiva se sente vitoriosa, já que conseguiu o brinquedo. O ideal é observar esse comportamento e a freqüência em crianças agressivas e ter atenção em relação ao seu humor, ou seja: pode estar triste ou alterada, ter problemas para controlar a coragem, ter sido testemunha de violência ou ter sido vítima de abuso no cuidado diurno, na escola ou em casa.

As pesquisas têm demonstrado que as crianças que são agressivas fisicamente em idade muito pequena, têm tendência a continuar com este comportamento quando maiores. Os estudos também demonstraram que as crianças que são expostas à violência e à agressão repetidamente através da televisão, vídeos e filmes, agem de forma mais agressiva.

Se uma criança pequena tem problemas persistentes com a ação de brigar e de morder, ou exibe um comportamento agressivo, os pais devem buscar ajuda profissional de um psiquiatra de crianças e adolescentes ou de outro profissional da saúde mental que se especialize na avaliação e tratamento dos problemas do comportamento das crianças pequenas.

Como devemos agir mediante essa situação?

- A intervenção precoce é muito mais efetiva. Não espere que a criança comece a mostrar comportamento mais agressivo. Intervenha logo que observar que a criança se sinta frustrada ou que esteja se alterando com facilidade.

- Quando as crianças pequenas brigam com freqüência, supervisem-nas mais de perto.

- Se uma criança bate em outra criança, de imediato separe os dois. Logo trate de consolar e atender a criança que foi agredida.

- Ao bebê que começa a andar (1 a 2 anos), diga-lhe: “Não bata. Dói quando você bate”.

- À criança pequena (de 2 a 3 anos), diga-lhe: “Eu sei que você tem coragem, mas não bata”. Isso começa a ensiná-la a empatia com as outras crianças.

- Não bata na criança se ela está batendo em outras. Isso a ensinará a utilizar um comportamento agressivo.

- Os pais não devem ignorar ou menosprezar as brigas entre irmãos.

- Ensine-os que a agressão não é a forma correta para conseguir o que se quer. Por exemplo: imaginemos o caso de dois meninos, um de 06 e outro de 04 anos de idade. O maior está jogando bola até que o menor aparece para tirá-la. E ali se iniciam as brigas e gritos. O pequeno grita e esperneia porque quer a bola. Se intervier, exigindo que o maior conceda a bola ao menor, estaremos reforçando de uma maneira negativa, que o pequeno sempre esperneie e grite para conseguir o que se quer.



domingo, 21 de fevereiro de 2010

PERDAS

Falar em perda é falar de solidão.

Nunca estamos prontos para nos acostumarmos com a falta dos que amamos.
Falar de você que é tão especial em minha vida é muito dificil, tenho que agrdecer à Deus o presente que ele me deu: ter tido você nesta vida, te amar e ser amada.
Após seu falecimento sinto a sua presença dentro de mim como se fosse parte da minha alma. Pois, após sua morte física só assim seremos inteiros.
Aqueles que amamos nunca morrem apenas partem antes de nós!!!!

Em breve amor estaremos juntos. Te amo por vidas!!!! Descanse em paz!!!

Beijos de saudades Beijos de amor do seu amor... Rosa Carvalho

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

A SÍNDROME DO CANSAÇO - Síndrome da Fadiga Crônica


A síndrome da fadiga crônica é uma desordem complexa e desabilitante caracterizada pela fadiga profunda que não melhora com descanso deitado e que pode ser piorada por atividade física ou mental. Pessoas com síndrome da fadiga crônica geralmente funcionam em um nível de atividade substancialmente menor do que eram capazes antes do aparecimento da doença. Adicionalmente, pacientes reportam vários sintomas não-específicos que incluem fraqueza, dor muscular, memória prejudicada, piora na concentração, insônia e fadiga após exercícios exaustivos que dura mais de 24 horas. Em alguns casos a síndrome da fadiga crônica pode persistir por anos.

As causa mais comuns costumam ser:
-Doenças cardiovasculares (insuficiência cardíaca, arritmias, etc.);

- Doenças auto-imunes (lúpus, polimiosite, etc.);

- Doenças pulmonares (enfisema, quadros infecciosos, etc.);

- Doenças endócrinas (hipotireoidismo, diabetes, etc.);

- Doenças musculares e neurológicas;

- Apnéia do sono e narcolepsia;

- Abuso de álcool e outras drogas;

- Obesidade;

- Depressão e outros distúrbios psiquiátricos;

- Infecções;

- Tumores malignos.

Considera-se portadora da síndrome toda pessoa com fadiga persistente, inexplicável por outras causas, que apresentar no mínimo quatro dos sintomas citados abaixo, por um período de pelo menos seis meses:

• Dor de garganta;

• Gânglios inflamados e dolorosos;

• Dores musculares;

• Dor em múltiplas articulações, sem sinais inflamatórios (vermelhidão e inchaço);

• Cefaléia com características diferentes das anteriores;

• Comprometimento substancial da memória recente ou da concentração;

• Sono que não repousa;

• Fraqueza intensa que persiste por mais de 24 horas depois da atividade física.

Os sintomas são passíveis de tratamentos paliativos, entretanto antiinflamatórios são recomendados para as dores musculares ou articulares; drogas antidepressivas podem melhorar a qualidade do sono.

Mudanças de estilo de vida podem ser úteis. Os especialistas recomendam uma dieta equilibrada, uso moderado de álcool, exercícios regulares de acordo com a disposição física e a manutenção do equilíbrio emocional para controlar o estresse.

Reabilitação fisioterápica e condicionamento físico são fundamentais para a manutenção da atividade física e profissional. Tratamento psicoterápico também é indicado.

Condições médicas semelhantes à síndrome da fadiga crônica

Muitas doenças têm espectro de sintomas similares à síndrome da fadiga crônica. Essas doenças incluem, entre outras, fibromialgia, encefalomielite miálgica, neurastenia, sensibilidade química múltipla, narcolepsia, hipotiroidismo, apnéia do sono, depressão, esquizofrenia e mononucleose crônica. Embora essas doenças possam apresentar outro sintoma principal, a fadiga crônica é comumente associada a todas elas.

Como em todas as doenças mal conhecidas, proliferam os assim chamados tratamentos naturalistas, alguns dos quais apregoam resultados milagrosos para a fadiga crônica. Infelizmente, não há qualquer evidência científica de que eles modifiquem a evolução da doença.






quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Cuidado com Estafa !!!

Os indivíduos com  estafa tem seus níveis de atividade geral na maioria das vezes prejudicado, apresentam depressão mesmo que em níveis discretos, possui o sono insatisfatório e, devido ao seu estado geral, maior dificuldade em lidar com situações estressantes da vida.


Causas da Estafa:

O ser humano pode passar por uma das quatro fases abaixo:

1. É o das doenças específicas, com anemia, depressão, alergias, doenças reumáticas, cardíacas ou pulmonares, dentre outras.

2. É a Síndrome da Fadiga Crônica (SFC). O “síndrome” é utilizado porque a SFC não é uma doenças única, é um conjunto de sinais e sintomas que indicam alterações de vários órgãos do organismo.

3. É a Síndrome do Burnout, um tipo bastante específico de estresse emocional que acaba levando à exaustão.

4. É a Desnutrição Celular, a falta ou baixa de nutrientes como vitaminas, minerais ou aminoácidos.

Vamos ver os sintomas:

Cansaço após repouso, dificuldade de raciocínio, irritação por motivos insignificantes, não conseguir dormir ou dormir demais, sentir-se sobrecarregado, não ver saída para os problemas, queda de cabelos, desmotivação para alcançar objetivos, baixa auto-estima, alteração de peso, gripes constantes, dores de cabeça, impotência sexual, hipertensão, disfunções gástricas, depressão, etc.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Tattoo - para sempre


Para cravar um desenho no corpo, a máquina de tattoo passa horas arranhando a epiderme, a camada superficial da pele, para introduzir a tinta na derme, 4 mm adentro. E isso dói. Porém, é exatamente a dor, uma marca desse momento, que continua a inspirar nos jovens liberdade e transgressão. O que leva, inevitavelmente, à pergunta: por que as pessoas se tatuam? Os motivos, como veremos, são de toda ordem há milhares de anos. Pois se engana quem pensa que tatuagem é coisa de gente moderna. Na verdade, o ato de marcar o corpo é tão antigo quanto a humanidade.
De fato, é difícil compreender os motivos que levam uma pessoa a fazer de sua pele moldura para um desenho eterno. Os psicólogos evitam generalizações, mas são unânimes em um ponto: tatuagem é uma questão de identidade. A pessoa faz para representar a sua individualidade, o desenho escolhido tem sempre a ver com o íntimo de cada um e pode ser uma mensagem pessoal ou coletiva. Através da tatuagem, a pessoa quer dizer algo de si mesma, tanto para pertencer a um grupo que usa esse tipo de sinal, como para se diferenciar da sociedade.

Todo mundo sabe que tatuagem é pra sempre. E eu aderi a tattoo após o meu amor ter falecido. Sempre pensei em fazer e, após a morte dele fiz, doeu, mas a dor que sinto todos os dias essa será eterna é a dor da saudade.

segue a foto da minha tattoo



terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

CISMA OU DESCONFIANÇA?

Qualquer pessoa em uma situação nova — nos primeiros dias em um emprego ou iniciando um relacionamento, por exemplo — é cautelosa e de certa forma reservada, até sentir que seus temores são infundados. Pessoas com paranóia não conseguem abandonar seus temores. Continuam a esperar por armadilhas e duvidam da lealdade dos outros. No relacionamento pessoal ou no casamento, essa desconfiança pode apresentar-se sob a forma de ciúme patológico e infundado.
Por estarem excessivamente alertas, as pessoas com distúrbio paranóide de personalidade percebem qualquer minúcia e podem ofender-se sem motivo. Em conseqüência, tendem a ser excessivamente defensivas e hostis. Quando cometem algum erro, não reconhecem a culpa, nem aceitam a mais leve crítica. Entretanto, são extremamente criticas em relação aos outros. Pode-se dizer que tais pessoas fazem “tempestade em copo d’água”.
Além de serem polemistas e irredutíveis, as pessoas com distúrbio paranóide de personalidade têm dificuldade de manter vínculos afetivos. Parecem frias e evitam relacionamentos interpessoais. Orgulham-se de serem racionais e objetivas. Pessoas com uma perspectiva paranóide em relação à vida raramente procuram auxílio médico - não faz parte de sua natureza pedir ajuda. Profissionalmente podem atuar com competência. Pode procurar redutos sociais onde o estilo moralista e punitivo seja aceitável ou, até certo ponto, tolerável.
A desconfiança permanente é um sinal inconfundível de paranóia. Pessoas com distúrbio paranóide de personalidade estão constantemente em guarda, por enxergarem o mundo como um lugar ameaçador. Tendem a confirmar suas expectativas, agarrando-se a mínimas evidências que confirmem suas suspeitas, e ignoram ou distorcem qualquer prova em contrário. Estão sempre alertas, procurando sinais de alguma ameaça.

domingo, 10 de janeiro de 2010

LUTO ETERNO - QUE SAUDADES!!!!!!



Meu amor você nem imagina a tristeza que sinto, a dor é tamanha após seu falecimento, é uma dor que será eterna... tantas juras... tantos momentos felizes... amo você para sempre e por vidas e sabes disso. por favor não me desampare neste momento de dor; a sua perda vai ser de dor forte ,estou tentando aceitar essa perda, tento me consolar ao saber que estás do lado do Nosso Senhor Jesus Cristo e que em breve estaremos juntos gozando de plena felicidade... nada foi por acaso nesta vida, você foi o melhor e único amor de minha vida. Sempre estarás no meu coração e pensamento, e como sempre dizíamos um ao outro: QUE DEUS OLHE POR NÓS ENQUANTO ESTIVERMOS SEPARADOS UM DO OUTRO FISICAMENTE, PORQUE EM NOSSOS CORAÇÕES SEMPRE ESTAMOS E ESTAREMOS JUNTOS NOS AMANDO ETERNAMENTE.

EU AMO VC, COMO NUNCA!!!!!
Choro muito e agora não tenho porque esconder esse amor tão bonito que vivemos durante muitos anos, onde todos os dias nos falávamos e nos víamos, quantas viagens,quantas alegrias, quantas estórias, quantos jogos do Vasco, quantas moquecas, quantas piadas, quantos risos, quantas brincadeiras, quantos mimos, quantos chamegos, quantas músicas especiais e quanta cumplicidade na nossa relação. Sinto saudades ,muitas... e a todo instante... Nossa “filha peluça” “a pretinha”, como você chamava - a carinhosamente; também sente sua ausência. Peço-te: cuide de nós duas, tenho certeza que nossa sintonia continua.

Obrigado por você ter feito parte nesta minha vida vida, e por me amar assim, tenha certeza de que fui abençoada com o seu amor, seus carinhos e atenção e eu sempre te amarei. Em outras vidas estaremos juntos; pode ter certeza nosso amor continua. Beijos no seu coração.

OBS. Foto tirada em nossa viagem inesquecível a Guaibim, lugar que amavamos.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

CURSO DE PSICOPATOLOGIA - 2010


Curso de Psicopatologia


Início: Turma I - 06/03/2010 e Turma II - 10/03/2010


Professores: Rosa Maria da Silva Carvalho e Gabriella Hernandes Vieira Sampaio


14 Módulos - 2 aulas por módulo

CARGA HORÁRIA TOTAL: 84HORAS/AULA
Público-alvo: Profissionais e Estudantes da área de saúde.



Currículos:

Rosa Maria da Silva Carvalho - Graduação em Psicologia; Especialista em Psicoterapia Cognitivo Comportamental; Psicóloga do Hospital Escola Álvaro Alvim e Coordenadora do Setor de Psicologia do Centro de Infertilidade e Medicina Fetal do Norte Fluminense; Psicóloga Clinica (em consultório) e Psicóloga Escolar no Maternal Pequeno Polegar - Externato Campista.



Gabriella Hernandes Vieira Sampaio - Graduação Psicologia; Especialista em Psicoterapia Clínica Existencial-Humanista; Psicóloga do Centro de Infertilidade e Medicina fetal do Norte Fluminense; Psicóloga da Casa LAr; Psicóloga do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) -Campos dos Goytacazes.



Horário do curso:  Turma I -QUARTAS - 18h às 21h
                             Turma II -  SÁBADOS - 09h ás 12h



Valor do curso: Taxa de inscrição – R$ 30,00 + 14 PARCELAS DE R$ 95,00

OBS: Valor do curso completo – taxa de inscrição R$ 30,00 + 12 parcelas de R$ 95,00

Valor do curso por módulos (caso não queira fazer o curso completo, mas apenas alguns módulos deste) - taxa de inscrição R$ 30,00 + R$ 110,00 - cada módulo


Módulos:

Módulo 1: Transtorno Alimentar (Bulimia, Anorexia e Compulsão Alimentar).

Módulo 2: Transtorno de Ansiedade (TAG e social).

Módulo 3: TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) e

TOD (Transtorno Opositor Desafiador).

Módulo 4: Estresse Pós -Traumático.

Módulo 5: Transtorno Obsessivo Compulsivo

Módulo 6: Bordeline.

Módulo 7: Compulsões (compras, sexo e jogos) e Tricotilomania

Módulo 8: Síndrome do Pânico.

Módulo 9: Transtorno Bipolar

Módulo 10: Psicoses

Módulo 11: Depressão.

Módulo 12: Psicopatia.

Módulo 13: Luto : mortes e perdas

Módulo 14: Elaboração de documentos psicológicos: declaração, atestado, relatórios, laudo, parecer

-- ORÁCULO - Centro de Educação Continuada e de Qualificação ProfissionalRua 13 de Maio, 286 - Ed. Medical Center - salas 507 e 810 - Centro -Campos/RJ

Tel: (22) 2731-6699

http://www.clicoraculo.com.br/ /

 e- amil: atendimento.oraculo@gmail.com

sábado, 2 de janeiro de 2010

NUNCA FAÇA COM AS PESSOAS O QUE NÃO GOSTARIA QUE FIZESSEM COM VOCÊ




“Nunca faça com as pessoas o que não gostaria que fizessem com você”
Essa frase para mim é super verdadeira, quem é que gosta que o outro tenha atitudes inadequadas e inesperadas que te decepcione.
Ganhar um bolo, por exemplo, é horrível porque você se planeja, se organiza e fica na ilusão de que a pessoa ainda virá.
Isso é a treva como diz a menina da novela das sete da TV Globo, nossa ás vezes você deixa de fazer outros passeios, outras coisas interessantes na bobeira de esperar pelo outro que nem se quer da sinal de vida... é a treva mesmo.
São vários os elementos que fazem um relacionamento dar certo. Porém, existem alguns que são essenciais para que uma relação a dois seja duradoura. Entre eles está a cumplicidade. Sem ela, dificilmente o relacionamento prossegue para níveis mais elevados.
Cúmplice se entende como alguém que está a par do que o outro sabe e faz. Mais do que isso: compartilha dos mesmos ideais. É torcer pelo outro. É estar junto. A cumplicidade cria uma aliança, um compromisso entre os dois por causa dos segredos e confissões íntimas. Ser cúmplice pressupõe que houve confiança no outro ao se revelar segredos, intimidades ou planos o que fortalece os laços.
Então “Nunca faça com as pessoas principalmente as que amam o que não gostaria que fizesse com você”.