sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Sugestão de filme: Orações para Bob

video
Prayers for Bobby (Orações para Bobby, em português) é um filme americano de TV, baseado no livro homónimo de Leroy F. Aarons e dirigido por Russell Mulcahy,o filme é protagonisado pela indicada ao Oscar, Sigourney Weaver que nesse filme conseguiu indicações a diversas premiações entre elas o Emmy e o Globo de Ouro, Orações para Bobby foi transmitido na TV americana um dia antes do Oscar 2009.
Este é um filme baseado na história verídica de um jovem homossexual, que aos 20 anos suicida-se.A sua mãe, “Mary Griffith”, interpretada por Sigourney Weaver, a senhora dos ELIEN, sabedora da sexualidade do filho acredita “curar” o filho com base na religião e terapias, para quatro anos depois (1979) Bobby lançar-se de uma ponte.


Um filme intenso, dramático, e que espelha ainda hoje a realidade de muitos jovens no mundo.
Vale a pena conferir

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Menopausa como enfrentar ?


A idade vai chegando e com o passar dos anos, o corpo das mulheres se prepara para o fim do período de fertilidade. Em geral, por volta dos 50 anos os ovários deixam de produzir dois hormônios importantes para o corpo: o estrógeno e a progesterona. Esta fase, chamada de climatério, acaba com a menopausa, a última menstruação.

Muitas pessoas acham que este momento está longe, mas inevitavelmente ele aparece. E junto com o fim da menstruação, surgem vários outros incômodos: depressão, insônia, ondas de calor, falhas de memória e diminuição do desejo sexual. Desagradável? Sem dúvida. e ai como enfrentar essa tal menopausa?
As mulheres modernas devem entender a menopausa, não como a porta de entrada para a velhice, mas como o início de uma nova vida repleta de novos interesses e perspectivas. Não, não se trata de mais um discurso demagógico e otimista. Realmente, com os avanços dos conhecimentos sobre o climatério e menopausa, com os avanços de novas terapias substitutivas, dietas balanceadas, programas de atividades físicas, terapias ocupacionais e emocionais, o envelhecimento passou a ser muito mais harmônico, mais lento e compatível com melhor qualidade de vida. Então não tem jeito  nós mulheres temos que enfrentar e encarara a menopausa de frente.Devemos esclarecer quanto às repercussões físicas e mentais do climatério, orientando medidas preventivas contra doenças e oferecendo apoio psíquico necessário para melhorar a qualidade de vida.




 

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Quando alguém que amamos morre..,


Passar por um momento doloroso de perda de um ente querido, na maioria das vezes traz uma sensação de vazio, um sentimento de que algo foi arrancado de você. Isso traz sentimentos de medo, revolta, raiva, culpa, depressão, isolamento, desinteresse pelas atividades costumeiras ou excesso de atividades como uma fuga; e acabam apresentando sintomas físicos e psicológicos de estresse, podendo até vir a adoecer.

O tempo do luto depende da circunstância de como você perdeu, o significado dessa pessoa para você, o seu ambiente familiar, social, e de como você vai enfrentar essa situação de crise.

O tempo poderá variar de 03 meses a 2 anos , podendo deixar algumas marcas adormecidas que poderão vir à tona em qualquer instante.

O luto pode fazer com que repensemos em nossas vidas, muitas pessoas buscam forças antes desconhecidas; passando a dar valor cada instante vivido.

As pessoas sentem e regem diferentemente, porém algumas questões comuns nas perdas podem passar por fases semelhantes.

Como por exemplo a morte de uma pessoas amada, fazendo passar por vários estágios: primeiro o choque, seguindo negação que seria não acreditar que é verdade o que está passando, não aceitando a realidade, podendo também apresentar raiva, revolta na maior parte contra todos e tudo. Com isso sintomas questionadores e depressivos do tipo: Por que comigo? Por que foi dessa forma? E muitos outros questionamentos poderão surgir neste período.

Muitas reagem se isolando tentando melhoras com a própria solidão buscando paz interior, aceitação segundo Kubler- Ross: “ aceitar o que não pode ser mudado”.

Essas fases citadas elas não seguem ordenadamente podem retornar, pular dependendo podendo até parar em determinada fase, ou atingir a superação.

Caso não consiga passar as fases e atingir superação procure ajuda de um profissional para elaboração desse luto.

É importante falar sobre o seu luto, não se isole, fale sobre sua dor,