domingo, 22 de março de 2009

Amando e respeitando todos os dias de minha vida . Será?



Viver junto, ou estar comprometido com alguém, deveria ser uma decisão baseada na parceria. Ficariam juntos enquanto se sentissem bem, e fizessem bem um ao outro. Quem se sente completo no amor que dá e recebe não trai.

Apesar de cada vez mais rara, a fidelidade ainda faz a cabeça de muita gente. Gente que vai na contra-mão do oba-oba, que pisa firme pela monogamia e preza a exclusividade entre quatro paredes.

Antes de enganar o outro, você está enganando a você mesmo. Portanto, da mesma forma como não gostaria de ser traída, não trairia. Se concordo em estar vivendo um relacionamento sério com uma pessoa, é porque estou satisfeita.

Se o brilho no olhar vai embora, aí a coisa vai mal. Pois, quando eu percebo que falta alguma coisa, é sinal de que estou com a pessoa errada. Aí, termino, e vai cada um pro seu canto. Melhor do que fazer a pessoa sofrer. É uma falta de respeito e de consideração. Se a pessoa trai, é sinal de que não gosta do outro. De que está junto por comodidade.

O medo de enfrentar a vida sozinha continua sendo um forte motivo para fechar os olhos diante das puladas de cerca. Mas não são apenas elas que sofrem. Eles também penam para encontrar uma parceira fiel. O nível de infidelidade subiu entre as mulheres, e existem razões antropológicas para explicar isso. A infidelidade feminina já foi motivo para divórcio, garantido por lei, fazendo com que a mulher perdesse seus direitos.

Mais cedo ou mais tarde, todo casal passa por problemas. Aliado à monotonia que alguns anos ao lado da mesma pessoa trazem, a grama do vizinho acaba parecendo mais verde.

Os casais deveriam sentar, ouvir e falar do que realmente desejam. A traição é um comportamento contrário ao que foi acordado.

Portanto, é bom deixar claro que deseja exclusividade. Caso contrário, não vá reclamar depois.

3 comentários:

Véu de Maya disse...

Não poderia estar mais de acordo.tema bem polémico.

beijinho,

véu de maya

Celamar Maione disse...

Bom tema.
Eu acredito que falta maturidade sentimental para administar os altos e baixos de um relacionamento.
Falta tolerância. Quando alguma coisa incomoda , a reação é jogar tudo para o alto. E assim caminha a humanidade . De bar em bar. De cama em cama.
Difícil fazer valer a pena. Mas acredito que ainda vale a pena ser fiel.
Ficar com tanta gente desgasta energia.
Beijão !

SCHEIILA OAK disse...

Que polêmica não Rosa? Muito difícil exclusividade atualmente entre os casais, mas como toda regra tem sua excessão, pode ser que ainda exista casal com esse comportamento. E a traição por pensamento, também será válido? Se a química ainda estiver presente tudo bem, mas não acredito que o respeito exista todos os dias, é o que sua leitora Celamar falou "FALTA TOLERÂNCIA" e harmonia no mundo, imagina entre casais!!!
Seu blog tá bombando hein???
Beijocas..........Scheilla Oak