quinta-feira, 20 de novembro de 2008

MEDO: Cantado, falado e sentido.


A mais internacional das cantoras portuguesas da atualidade Mariza, canta este fado de forma plena e sublime que fala sobre o MEDO. Observem a letra: MEDO- Tributo a Amália Rodrigues(Reinaldo Ferreira & Alain Oulman)

"Quem dorme à noite comigo

É meu segredo,

Mas se insistirem, lhes digo,

O medo mora comigo,

Mas só o medo, mas só o medo

E cedo porque me embala

Num vai-vem de solidão,

É com silêncio que fala,

Com voz de móvel que estala

E nos perturba a razão

Gritar: quem pode salvar-me

Do que está dentro de mim

Gostava até de matar-me,

Mas eu sei que ele há-de esperar-me

Ao pé da ponte do fim".


O medo é um sentimento que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.Quando alguém diz que não consegue, que vai desistir porque sabe que não irá conseguir, geralmente são pessoas que estão com a auto-estima muito baixa e que se amam muito pouco ou não se sentem capazes de cuidar de si mesmas. Querem fórmulas mágicas, resultados imediatos. Querem o impossível, pois assim fica mais fácil justificarem para si mesmas que irão desistir por medo.
Procure descobrir o que o medo simboliza para você, o que ele representa, pois, quanto mais o negamos, mais poderoso ele se torna. Explore seu medo, descubra o que está por trás dele. Se tiver dificuldade para fazer isso, busque ajuda profissional.

Todo mundo teme algo diante de nossos medos, só nos restam duas alternativas: lutar ou fugir.


Detalhe: Para quem não me conhece amo FADO e amo Portugal.

3 comentários:

Véu de Maya disse...

E agora Rosa Carvalho tem um amigo em Portugal que tb gosta muito do fado, de poesia de Psicologia...Mariza é um espanto...e Amália é o arquétipo u irrepetível...
o medo é uma emoção negativa que se liga geralmente á baixa auto-estima...e que por isso mesmo não traz nenhum bem á humanidade...embora haja coisas piores...mas com o fundo comum de sempre serem improdutivas ...tantas contradições do ser humano...e na área em que é especialista há realmente muito trabalho a fazer,antes, durante e depois...é um prazer tê-la como amiga...sobretudo pq tb gosta de fado e de poesia...A psicologia em todas as suas vertentes tb tm um lado poético...creio...

BFS

e abraço amigo pra vc/

Véu de Maya disse...

errata:

por favor, corrija as pequenas gralhas...

Scheilla disse...

Adorei o que seu amigo português escreveu...Já está ficando famosa até em Portugal!!! Mariza Fado do Curvo é nova expressão do fado sofrido, renovando esta arte portuguesa que tão profundo toca em nossos corações.O medo quase não é sentido com tamanha beleza do seu canto. Bjs.Scheilla