sexta-feira, 22 de maio de 2009

Depressão a dor contínua da alma.



Segundo a Medicina e a Psicologia, podemos dizer que muitas pessoas foram assoladas pela depressão.

A depressão se divide, básica e didaticamente, em duas categorias. E eu digo didaticamente, porque na maioria das vezes essas duas categorias podem ocorrer simultaneamente.

A primeira é chamada de depressão biológica. É aquela que ocorre em função de um distúrbio bioquímico cerebral, independente da existência de fatores externos. Segundo alguns estudos, há predisposições genéticas envolvidas e o tratamento se faz, necessariamente, através do uso de medicamentos.

A segunda categoria é chamada de depressão reativa, ou seja, ocorre a partir de um evento traumático e devemos contar com a capacidade adaptativa do ser humano, através dos seus mecanismos de defesa psíquicos, para dar conta desse tipo de sofrimento. Entretanto, em alguns casos, faz-se necessário o uso de algum medicamento que possa acelerar esse processo adaptativo.

No entanto, como a intensidade desses sintomas varia, há pessoas que são deprimidas há anos e nunca procuraram a ajuda do psiquiatra e são essas as pessoas que guardam em si a sensação que estão passando pela vida, sem contudo, realmente VIVER!

A segunda categoria de depressão chama-se reativa. Ela sempre ocorre mediante um evento traumático. Eu poderia citar dezenas de exemplos, mas há uma palavra que muito bem os resume: PERDA!

Somente quem já passou por esse tipo de perda sabe o quanto dói bem lá no fundo da alma da gente.

Falar sobre dores da alma é falar sobre um tipo de dor muito mais atroz do que as dores físicas, até porque as dores da alma influenciam diretamente na intensidade com que sentimos as dores no nosso corpo.

5 comentários:

Um mero olhar crítico... disse...

Mt bom! Achei realmente perfeita, a parte em que você fala que: "as dores da alma influenciam diretamente na intensidade com que sentimos as dores no nosso corpo."

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A Amizade é...
O mais nobre dos sentimentos,
Cresce à sombra do desinteresse,
Nutre-se brindando-se e floresce
a cada dia com a compreensão.

Seu lugar está junto ao amor
Porque ela é também amor.
Somente os honestos podem
ter amigos, porque à amizade,
o mais leve dos cálculos a fere.

Como é um bem reservado aos
eleitos, é o sentimento mais
incompreendido e o pior interpretado.
Não admite sombras nem fingimentos,
rusticidade nem renúncias.

Exige no entanto sacrifício e coragem,
compreensão e verdade,
VERDADE! acima de todas as coisas.

Com as pequenas coisas
do dia a dia
cresce nossa amizade.
Desejo que sempre seja assim.
(Desconhecido)

Te desejo um final de semana com muitos amigos,amor e paz
Abraços do amigo Eduardo Poisl

Maldita Futebol Clube disse...

Tudo que machuca nossa alma, maltrata nosso corpo, o estado cognitivo do ser humano indica que a dor é algo psicológico, quando se fala de dor fisíca, mas quando se trata de dor na alma, isso transcende o fisco atuando no emocional e desenvolvendo no córtex cerebral uma extensa camada psiquica queajuda a deixar o individuo deprê! muito bom post, beijos , prima!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A glória da amizade não é a mão estendida,
nem o sorriso carinhoso,
nem mesmo a delícia da companhia.
É a inspiração espiritual que vem quando você
descobre que alguém acredita e confia em você.

(Ralph Waldo Emerson)

Visite meu novo blogger
UMA ILHA PARA AMAR
http://eduardopoisl.blogspot.com/

Um grante abraço do amigo Eduardo Poisl

SCHEIILA OAK disse...

Cada vez mais as pessoas estão com esse estado: depressão!!! até crianças!!! um estado de profundo vazio... a cura?? Cada um deve ter seu tempo. O olhar pra dentro, e ,refletir o que está incomodando naquele instante.Colocar pra fora as dores, as tristezas, as amarguras de dentro de sua alma, e enxergar um outro mundo dentro e fora de vc, Um trabalho que requer esforço e consciência do seu próprio eu.Acho que só assim a libertação será alcançada.Remédios, ajudam ,mas, a pessao tem que querer,tem que ver que só ela mesma pode se ajudar. Uma total meditação do seu SER.
bjsssssssss, Scheilla Oak