segunda-feira, 27 de julho de 2009

Gripe Suína - Risco 24h.



A grande preocupação hoje é a gripe suína.

O medo de contrair a gripe suína e dos prejuízos que a evolução da doença podem acarretar fazendo muitas pessoas desenvolverem problemas psicológicos.

É importante a população colaborar. Assim como a gripe humana comum, a influenza A (H1N1) apresenta como sintomas febre repentina, fadiga, dores pelo corpo, tosse, coriza, dores de garganta e dificuldades respiratórias.

Esse novo surto, aparentemente, também causa mais diarréia e vômitos que a gripe convencional.

Ter hábitos de higiene regulares, como lavar as mãos, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença. Além disto, deve-se evitar o contato das mãos com olhos, nariz e boca depois de tocar em superfícies, usar lenços descartáveis ao tossir ou espirrar, evitar aglomerações e ambientes fechados e ter hábitos saudáveis como hidratação corporal, alimentação equilibrada e atividade física.

Caso ocorra a contaminação, 5 dias após o início dos sintomas, o paciente deve evitar sair de casa pois este é o período de transmissão da gripe A.
Algumas organizações religiosas também orientaram aos fiés evitar abraços, apertos de mãos ou qualquer outro tipo de contato físico para impedir a dispersão do vírus durante os cultos religiosos.

Grupos de risco
Desde que as mortes em decorrência a gripe suína foram identificadas alguns grupos de risco foram observados. São eles:
Gestantes
Idosos (maiores de 65 anos) - neste grupo existe uma situação especial pois os idosos tem sido poupados de morte.
Crianças (menores de 5 anos)
Doentes crônicos
Problemas cardiovasculares, exceto hipertensos
Asmáticos
Portadores de doença obstrutiva crônica
Problemas hepáticos e renais
Doenças metabólicas
Doenças que afetam o sistema imunológico
Obesos

O medo da gripe suína está fazendo a população procurar os hospitais de referência mesmo sem ter os sintomas indicados pelo Ministério da Saúde.

Isso provoca a superlotação, dificuldades de atendimento, comprometimento do atendimento daqueles que realmente precisam da assistência porque estão com a gripe suína e, principalmente, maior risco de acabar sendo contaminado, pois vai dividir o espaço com potenciais portadores do vírus da gripe A H1N1.

Estamos em alerta mas não adianta desespero, medo só gera medo e impotência.

Se a população entra em pânico vamos ter que nos mudar para Marte, Lua... Risco todos nós corremos 24h por dia. então?

2 comentários:

KINHA disse...

Olá!
Estou aqui para fazer-lhe uma proposta, que eu considero interessante.Também sou TOP 100 e estou concorrendo na categoria “VARIEDADES” e estou na campanha “UM VOTO POR UM VOTO”.O legal disso tudo é essa interação,eu conheço seu blog e vc, o meu.Já votei no seu e sei que também que receberei seu voto.
Estou te seguindo e se quiseres me seguir, ficarei honrada.Venha apanhar um brinde, com assinatura de um design.Sua presença é muito importante para nós.
Obrigada
http//amigadamoda.blogspot.com

Adriana disse...

Rosa;
Como você sabe sou portadora do hcv e essa pandemia é algo que nos deixa realmente preocupados.
O que me preocupada de fato é até quando esses "cuidados" serão tomados? Quanto tempo irá levar para todos esquecerem os riscos e retomar os velhos "hábitos" de higiene (ou melhor... da falta dela) que proliferam o vírus?
Não digo isso somente relacionado ao vírus da gripe suína, mas também à outros vírus como o hiv, hcv, hbv, herpes, etc...etc...etc...
Está todo mundo correndo para as farmácias para comprar máscaras, mas quantos colocam a máscara e simplesmente esquecem de usar uma camisinha?
Será que é tão difícil assim mudar certos hábitos e evitar esse tipo de pandemia? O que falta??? Educação??? Princípios básicos que deveriam vir de "berço"?
Esses dias eu estava em um shopping e resolvi fazer um lanchinho... Como sou muito observadora vi muitas pessoas descendo as escadas segurando no corrimão e depois simplesmente colocando alimentos na boca... Abri minha bolsa, peguei meu vidrinho de álcool gel com hidratante, limpei bem as mãos e só então me alimentei. Essa atitude chamou a atenção de muitas pessoas e fiquei pensando por q hábitos de higiene ainda causam espanto???
Bjs Rosa.