segunda-feira, 21 de março de 2016

A VIDA PRECISA CONTINUAR

 Hoje em dia temos medo de sair de casa e não voltar , a vida se tornou violenta demais. É sequestro relâmpago. É assalto. É bala perdida  Passar pela experiência de um assalto ou um sequestro deixa marcas, que precisam ser tratadas caso não consigam elaborá-las de melhor foma.
Quem já passou por isso guarda  em suas mentes o som da arma disparada, o grito de perdeu, a viagem sem fim para sacar seu dinheiro em caixas eletrônicos. Dinheiro suado, trabalhado que em poucas horas voam rapidamente para mãos de bandidos cruéis ameaçadores que não tem nada a perder.
Como diz o velho ditado Vão se os anéis e ficam os dedos, ao mesmo tempo a raiva de ter perdido os documentos, cartões, o carro, a bicicleta,  a moto, bens materiais . A pior dor é  quando se perde  a vida de quem se ama  desta forma tão brutal.  Nos sentimos impotentes com medo.Medo de tudo e de todos. 
Hoje você liga a televisão ou entra na internet vê que cada dia está mais perto nos  mostrando que a vulnerabilidade tomou conta de onde achávamos que era seguro demais. 
Não podemos ser reféns do medo. Podemos até dizer que não é fácil sobreviver a isso tudo,  quem já passou sabe. 
A experiência negativa, o estresse pós traumático pode fazer com que você mude seus hábitos, elabore a perda, conseguindo dar a volta por cima. 
Não tem como esquecer mas tem como não se prender. Por um lado, a felicidade de ter sobrevivido mesmo sabendo das perdas. Você é um herói pois retornará ao seu lar para o convívio dos amigos e familiares´.
Não podemos viver com neuras  A vida precisa  continuar ...

Um comentário:

Luis lourenço disse...


Ah, Rosa!

O que aconteceu ao Brasil?_ EstouTriste e solidário consigo e com todas as pessoas de Bem que amam a liberdade, porque sempre lutaram por ela com o sentido da dignidade e da justiça...Lucidez e bravura e combate á corrupção e á vigarice, que sempre arruinam a vida das pessoas e das instituições. Um abraço carinhoso.